O Estranho Mundo de Jack (1993) – Resenha #5

by:

Filmes

Tim Burton sempre foi um excelente produtor e um dos seus grandes sucessos é O Estranho Mundo de Jack (The Nightmare Before Christmas) de 1993, um filme produzido em Stop Motion com o gênero fantasia musical.

Após o grande sucesso do Burton Vincent (1982) a Disney considerava O Estranho Mundo de Jack como um especial de 30 minutos, mas, os anos foram se passando até que entraram em um acordo para o desenvolvimento da produção. Como o filme era considerado muito obscuro e assustador para as crianças a Disney decidiu lançar sob o nome da Touchstone Pictures.

O filme é muito divertido e conta a história de Jack Skellington dentro da Cidade do Halloween onde ele abre um portal para a Cidade do Natal. Na Cidade do Halloween é possível encontrar cidadãos bem diferentes como fantasmas, lobisomens, monstros deformados, bruxas entre outros.

Todo ano ocorre à celebração do Dia das Bruxas (Halloween) e Jack é o centro das atenções, porém, ele anda farto de todos os anos repetir a mesma rotina, até que ele começa a vagar pela floresta e encontra um círculo de árvores e nessas árvores há figuras diferentes, imediatamente Jack fica muito impressionado com a árvore de Natal e assim ele entra na Cidade do Natal acidentalmente.

Apresentou então a magia do Natal para o pessoal da Cidade do Halloween, porém, eles não entendem o verdadeiro espírito natalino e Jack decide cooperar afirmando “O Natal é nosso!” e Jack vai trazer muita confusão no Natal.

É um filme que vale muito a pena assistir, até mesmo com as crianças mesmo tendo esse lado mais obscuro ele mostra como é o Natal, seu espírito e também como o Halloween pode ser divertido, não podemos deixar de lado a trilha sonora, afinal, O Estranho Mundo de Jack também é um musical.